Tendências do mercado imobiliário para 2021

Neste ano, as medidas de isolamento social tiveram imensa repercussão negativa na economia do país, com queda histórica do PIB e aumento do desemprego. Embora a expectativa também fosse negativa para o setor, o mercado imobiliário foi surpreendido com resultados positivos na pandemia.

A taxa básica de juros no patamar mais baixo da história (2% ao ano) e a demanda por imóveis mais espaçosos criada pelo confinamento foram os grandes impulsores das vendas. Esse bom momento, porém, não teria sido possível se as empresas não tivessem apostado em algumas inovações, como as vendas 100% digitais.

juros caiu sa imoveis botucatu
Tendências do mercado imobiliário para 2021 4

Essas novas formas de comprar, vender e fazer financiamento de imóvel já fazem parte da nova realidade, e a S.A Imóveis não fica de fora deste formato.

Neste post, comentamos sobre principais tendências do mercado imobiliário para 2021:

A hora de comprar imóvel é agora. Adquirir uma casa própria voltou a ser uma opção de investimento seguro para muita gente.

Os juros salgados e o longo prazo do endividamento sempre foram grandes problemas para quem pensava em pedir empréstimo para comprar imóvel. Nesse cenário, era natural que a maioria das pessoas optassem pela locação.

Mas agora, com os juros em níveis mínimos históricos, quem não teve a renda comprometida pela pandemia está diante de uma oportunidade perfeita para realizar o sonho da casa própria. E os bancos e startups de empréstimo que entenderam esse novo momento do mercado já oferecem melhores condições de financiamento.

GettyImages 1029472328
Tendências do mercado imobiliário para 2021 5

Novas opções de crédito

Quando cai a Selic, caem os juros do financiamento. Além de cobrar menos pelo crédito imobiliário, a pandemia também acelerou a transformação digital dos bancos, que pensaram em novas formas de facilitar pagamentos.

Com as novas medidas anunciadas pela Caixa, é natural que a concorrência não queira ficar para trás. A tendência é que as demais instituições financeiras também reduzam os juros e apresentem melhores ofertas de crédito.

Desburocratização dos processos

Antigamente, a compra ou a venda de um imóvel eram sinônimos de horas a fio perdidas com idas a cartórios para resolver processos burocráticos. O cenário começou a mudar com a chegada de plataformas que permitem que esse processo seja feito de forma totalmente virtual.

Embora já estivesse à disposição, esse tipo de tecnologia – que permite, por exemplo, a assinatura digital de documentos – só se tornou uma tendência graças à pandemia. Afinal de contas, os cartórios precisaram se adaptar às medidas de isolamento social para não perder o faturamento.

sa averbação documentação blog
Tendências do mercado imobiliário para 2021 6

Para os próximos anos, mesmo depois do fim da pandemia, a tendência é que novas soluções do tipo sejam implementadas pouco a pouco. Por isso, é fundamental estar em dia com o que há de mais moderno para facilitar a vida de quem comprar ou vender imóveis.

Perspectivas para o mercado imobiliário em 2021

A perspectiva para 2021 é que o crescimento previsto para 2020 seja visto ao longo do ano. A tendência é que o cenário continue positivo nos anos seguintes, com avanços também em 2022 e 2023, quando o mercado imobiliário deverá atingir o mesmo patamar que estava em 2010.