“Eu amo Botucatu” – Que tal fotografar a arquitetura da cidade?

O Concurso Fotográfico Eu amo Botucatuestá com as inscrições abertas e já recebeu centenas de fotos. E como você pode enviar quantas fotos quiser, a S.A Imóveis te incentiva a participar com várias dicas de fotografia.

Hoje separamos algumas dicas sobre como fotografar a arquitetura da cidade. Sabemos que Botucatu tem diversos monumentos arquitetônicos, históricos e culturais, que fazem parte da beleza natural de nossa cidade.

Mas como fotografá-los e aproveitar o melhor desses locais para fazer a foto ideal?

Aproveite para que as suas fotografias de arquitetura possam mostrar as histórias que os imóveis contam – indo além das imagens e valorizando seus contextos, espaço e tempo.

Confira e não deixe de participar!

Lembrando que as inscrições para o Concurso Fotográfico “Eu Amo Botucatu” estão abertas.

Se você ainda não enviou sua foto, não perca tempo. Participe, e concorra a prêmios em dinheiro.

– Inclua pessoas nas fotos

Historicamente, existe uma tendência em não incluir as pessoas nas fotografias de arquitetura, mas atualmente, esta tendência vem sendo mudada. Uma foto de uma pessoa observando uma estrutura histórica diz muito sobre ela.

– Tente não objetivar o edifício

Objetificar um edifício ao ponto onde apenas se visualiza um ponto de vista não o retrata da forma correta. Procure ângulos diferentes, onde a fotografia possa expor detalhes para que as pessoas possam ver um outro nível de beleza e apreciação de suas formas.

–  Pesquise e visite o lugar diversas vezes

Pesquisar sobre o local e visitá-lo várias vezes irá revelar novas visões à arquitetura do imóvel,  que poderá ser utilizada para retratar o desenvolvimento de um edifício ao longo do tempo. Procure mostrar os reais aspectos interessantes do edifício são apenas expostos ao longo do tempo.

 – Priorize a perspectiva e altura do observador

Evite fotos tiradas de baixo pra cima, que acabam fechando o ambiente. Esse ângulo tampa visão de alguns detalhes importantes.

Dê preferência para fotos na altura do espectador: assim, a visão fica mais ampla, e os detalhes, mais destacados e agradáveis ao observador.

– Centralizar a imagem nem sempre é a melhor forma de fotografar arquitetura

Outra dica valiosa é sobre o que mostrar no quadro. Normalmente, as pessoas tentam encaixar “partes inteiras” na foto. Mas nem sempre essa é a melhor maneira de valorizar os espaços ou a estrutura. Não tenha medo de incluir algumas partes pela metade. Como resultado, pode surgir uma composição interessante com cortes e pontos desfocados.

Inscrições abertas!

– O Concurso Fotográfico “Eu Amo Botucatu” tem o objetivo de eternizar e divulgar as mais belas imagens de Botucatu: natureza, arquitetura, cultura, costumes e particularidades – tudo é válido para envolver a arte da fotografia.

O Concurso é aberto para todos, seja profissional ou amador, você pode mandar quantas fotos quiser! Envie agora e concorra a prêmios.

Acesse o site e saiba tudo: https://euamobotucatu.com.br/