O jardim da sua casa pode preservar o meio ambiente!

A S.A Imóveis preparou neste post alguns pontos de conscientização para preservar o meio ambiente a partir do seu jardim. Afinal, a separação do lixo reciclável em casa e o abandono do uso de sacolas plásticas descartáveis no supermercado podem ser as primeiras, mas não as únicas, medidas de consciência ecológica.

Existem muitas iniciativas simples, e de baixo custo, na decoração e no paisagismo, que contribuem para a preservação do meio ambiente.A sustentabilidade pode estar presente no dia a dia de diversas maneiras.

Acompanhe com a gente! Tem dúvidas ou sugestões? Deixe nos comentários.

Principais características de um jardim sustentável

No jardim sustentável, o solo é utilizado de forma racional. As técnicas de conservação da fertilidade e estrutura do solo são pensadas para reduzir os impactos negativos ao meio ambiente. A escolha da vegetação leva em conta a identidade da flora local e capacidade das espécies de reter água da chuva (o que evita alagamentos e outros problemas) e diminuir a poluição do ar.

Por serem feitos com vegetações adaptadas ao local, os jardins sustentáveis exigem pouca manutenção. Essa característica também proporciona vida longa ao projeto paisagista. A utilização de materiais orgânicos, reciclados e reutilizados oferecem um manejo mais simples. Outra vantagem é a visita constante de pássaros, borboletas e outros insetos benéficos.

Como ter um jardim sustentável?

Os jardins sustentáveis não são apenas projetos viáveis para espaços vastos. Se você gosta de jardinagem e vive em áreas urbanas, em locais reduzidos, pode também cultivar esse pedacinho da natureza. Para isso, escolha as plantas nativas ou adaptáveis à região, solo e clima da sua região.

Você pode cultivar as espécies em vasos reciclados. Pneus, garrafas PET, embalagens e outros recipientes são ótimos para isso, além de deixar o ambiente mais charmoso e criativo. Os materiais também podem ser reutilizados para cuidar do seu cantinho.

Plante uma árvore!

Árvores são especiais e fundamentais para os espaços ao ar livre. Além de embelezar, elas tem um papel  importantíssimono equilíbrio térmico, purificando o ar.

Além dessa importante característica, elas também colaboram com a redução da poluição sonora e do ar e ainda fornecem sombra, refúgio e alimento para as aves. São inúmeros benefícios que não param por aqui pois ainda poderíamos citar a produção de oxigênio, proteção contra ventos, fixação de carbono, etc. Mas não podemos esquecer que a escolha correta da espécie para o plantio em quintais e calçadas é fundamental.

Primeiramente, se você deseja plantar uma árvore na sua calçada ou quintal, deve procurar a prefeitura. Muitas delas tem um plano de arborização urbana, com espécies de árvores indicadas por profissionais capacitados. Normalmente, você pode solicitar o plantio à prefeitura, ou buscar as mudas e orientações no viveiro municipal.

É muito importante prestar atenção na escolha da árvore, já que o plantio da árvore errada pode provocar muita dor de cabeça no futuro, como por exemplo: tubulações de água e esgoto estourados; calçadas levantadas; problemas na rede elétrica; galhos que ameaçam cair a qualquer momento; frutos pesados que caem sobre carros; ramos espinhentos que atrapalham os pedestres; sujeira e mal cheiro advindo de frutos; folhas ou flores caídos; entre muitas outras situações desagradáveis e perigosas.

Nada que uma boa pesquisa e força de vontade não resolvam. Pesquise e plante uma árvore! Você terá ideia de como estará contribuindo para o meio ambiente assim que fizer esta ação.